facebook twitter youtube instagram telegram whatsapp linkedin
Portal CBN
Quarta, 20 de outubro de 2021, 16:15:21

Morre bebê que teve 80% do corpo queimado após incêndio em barraco

Caso aconteceu em uma área de terras ocupadas em Teixeira de Freitas e menina estava internada em Salvador.
WhatsApp Telegram Facebook Twitter Linkedin
Extremo Sul Da Bahia - Teixeira De Freitas

A bebê de um ano que teve 80% do corpo queimado após o imóvel em que estava ser atingido por um incêndio, morreu na quarta-feira (11/05/2022). O caso aconteceu no dia 21 de abril, em uma área de terras ocupadas conhecida como Califórnia II, em Teixeira de Freitas, no sul da Bahia.

Valentina foi transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, em 23 de abril, dois dias após o incêndio. Desde então, a bebê estava internada na unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. Ela sofreu uma parada respiratória.

O momento em que o barraco feito de madeira pegou fogo foi registrado por imagens de uma câmera de celular. No vídeo, é possível ver as chamas e muita fumaça. Ainda não há informação sobre o que causou o incêndio.

Segundo moradores da região, a mãe da bebê estava na cozinha, que fica em outro barraco atrás do que pegou fogo, quando as chamas começaram. Ela pediu ajuda aos vizinhos e entrou no local para salvar a filha.

O pai da menina, Manoel Ferreira Melo, disse que chegava em casa quando foi surpreendido pelo fogo. "Cheguei com o caminhão para pegar o material de reciclagem. Pulei pela janela do veículo para tentar socorrer minha filha. Minha mulher entrou no barraco, se queimou um bocado, mas conseguiu salvar nossa bebê. Ela foi uma heroína".

A mãe de Valentina também sofreu queimaduras, mas não correu risco de morte, ao contrário da filha. A bebê foi encaminhada para o hospital materno-infantil de Teixeira de Freitas, onde foi intubada. Por causa da gravidade do caso, foi solicitada uma transferência para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.

Durante a transferência, a menina teve complicações no aeroporto e precisou voltar à unidade materno-infantil de Teixeira de Freitas. O procedimento só foi concluído dois dias depois. 

PORTAL CBN | COM INFORMAÇÕES G1 BAHIA