facebook twitter youtube instagram telegram whatsapp linkedin
Portal CBN
Quarta, 20 de outubro de 2021, 16:15:21

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Teixeira de Freitas

Na manhã desta quarta-feira (18/05/2022) a Secretaria de Assistência Social realizou uma caminhada em mobilização ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em Teixeira de Freitas.
WhatsApp Telegram Facebook Twitter Linkedin
Extremo Sul Da Bahia - Teixeira De Freitas

Na manhã desta quarta-feira (18/05/2022) a Secretaria de Assistência Social através da Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas realizou uma caminhada em mobilização ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em Teixeira de Freitas. Contou com a presença de autoridades políticas, e demais secretarias: como da saúde, educação, esporte e defensoria pública.

O CREAS e CRAS dos bairros Ulisses Guimarães, São Lourenço, Castelinho e Liberdade, Centro POP, AEPETI e Conselho Tutelar I e II também estiveram presentes demonstrando apoio e luta contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, com o tema “Teixeira Faça Bonito” e lema “Fique Atento” estampado nas camisetas.

A proposta anual da campanha, que neste ano comemora o 22º ano de mobilização, é enfatizar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade teixeirense a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes, para garantir o seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

A data foi escolhida como dia de mobilização contra a violência sexual porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade.

A violência sexual contra meninos e meninas ocorre tanto por meio do abuso sexual intrafamiliar ou interpessoal. Crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, por estarem vulneráveis, podem se tornar mercadorias e assim serem utilizadas nas diversas formas de exploração sexual como: tráfico, pornografia, prostituição e exploração sexual no turismo.

Durante entrevista o Secretário da Assistência Social Marcelo Teixeira,  destacou “Trabalhamos em várias linhas de frente, uma delas é a proteção básica através do CRAS, onde trabalhamos com prevenção, também temos o CREAS onde atendemos as vítimas de violação, e toda a rede como Conselho Tutelar, polícia militar e civil”.

Em sua fala ainda ressaltou ações desenvolvidas pela Assistência Social “A gente muitas vezes pensa que isso está acontecendo longe, em outras cidades, na televisão, e pode estar acontecendo muitas vezes dentro da nossa casa. Nós precisamos ficar atentos (...) a nossa proposta é essa, é alertar a todas e poder convocar todos para essa luta”.

PORTAL CBN | POR ANDRESSA SANTOS