facebook twitter youtube instagram telegram whatsapp linkedin
Portal CBN
Quarta, 20 de outubro de 2021, 16:15:21

Cerimônia do Prêmio Braskem de Teatro irá reconhecer os destaques da arte cênica na Bahia

Os destaques das artes cênicas baianas serão conhecidos nesta quarta-feira (18/05/2022), às 20h, durante cerimônia de entrega do 28º Prêmio Braskem de Teatro (PBT).
WhatsApp Telegram Facebook Twitter Linkedin
Cultura - Bahia

Os destaques das artes cênicas baianas serão conhecidos nesta quarta-feira (18/05/2022), às 20h, durante cerimônia de entrega do 28º Prêmio Braskem de Teatro (PBT). O evento celebra a retomada da produção presencial da classe artística em um encontro no palco principal do Teatro Castro Alves (TCA), que é considerado o grande templo dos artistas da Bahia. Para tornar o momento ainda mais especial, o espetáculo, dirigido por Gil Vicente Tavares, fará uma homenagem ao centenário do dramaturgo baiano Dias Gomes.

"Revisitar a história de Dias Gomes, que é muito conhecido pelas telenovelas, mas que era um homem preponderantemente de teatro, será como se ele estivesse no palco abençoando os premiados. Será um momento muito marcante!", pontua Gil Vicente, que também dirigiu a última cerimônia da premiação, realizada em 2020 com transmissão remota por conta da pandemia. "Esse espetáculo marca o meu retorno ao palco principal do TCA após a pandemia. Será uma alegria muito grande, não só para mim, mas para todos os artistas, que terão a oportunidade de estar juntos celebrando os grandes trabalhos que foram produzidos nesses dois anos", acrescenta.

Para a diretora de Marketing e Comunicação da Braskem, Ana Laura Sivieri, a premiação celebra o poder transformador do teatro. "Essa edição marca a resiliência da classe artística e seu potencial para se moldar mesmo diante de um período tão desafiador como o imposto pela pandemia. Valorizamos esse talento dos artistas baianos, que com inovação e criatividade se reinventaram, mantendo a arte viva e levando novas experiências para toda sociedade", pontua.

O superintendente de Promoção Cultural, Alexandre Simões reforça a importância da premiação para os profissionais de cultura. “O Prêmio Braskem de Teatro contribui para valorizar a cena artística baiana. A Secretaria de Cultura do Estado tem orgulho de fazer parte desse projeto que há anos celebra os artistas e a diversidade de produções locais”, destaca Simões.

Trilha – Gil Vicente promete uma premiação recheada de trilhas sonoras de sucesso com canções de grandes nomes, como Chico Buarque, Toquinho, Vinícius de Moraes, Edu Lobo e Moraes Moreira, que foram compostas para peças e aberturas de novelas escritas por Dias Gomes. "Essas músicas ainda estão no imaginário das pessoas, mas muitas vezes elas não sabem que essas canções foram criadas originalmente para espetáculos de Dias Gomes. Então, com esse panorama da história dele, queremos reforçar toda a importância desse baiano para a cultura brasileira, que vai muito além da dramaturgia", explica Gil Vicente, que teve o apoio do diretor musical Luciano Salvador Bahia. 

Comissão Julgadora - Realizada pela Caderno 2 Produções Artísticas com patrocínio da Braskem e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda, a mais tradicional premiação trouxe  esse ano, como parte da Comissão Julgadora, o dramaturgo, roteirista, ator e apresentador de TV Aldri Anunciação; a pós-doutora em artes cênicas e professora da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia Alexandra Dumas; o ator-performer, autor, diretor, professor e produtor Fabio Vidal; o artista, pesquisador e curador Felipe Assis e a produtora e gestora cultural Virginia Da Rin.

Eles analisaram 80 espetáculos adultos, 22 infantojuvenis e 25 performances inéditos, que foram produzidos por grupos baianos entre janeiro de 2020 e dezembro de 2021 e tiveram exibição online. Com a avaliação das peças remotamente, as fronteiras geográficas foram dissolvidas, permitindo que espetáculos de todo estado fossem considerados e indicados em qualquer categoria.

Outra novidade dessa edição foi a inclusão da categoria performance artística, com o intuito de reconhecer essa expressão que faz parte das artes cênicas e tem uma produção significativa na Bahia. A premiação também conta com as categorias Espetáculo Adulto, Espetáculo Infantojuvenil, Direção, Ator, Atriz, Texto, Revelação e Categoria Especial. Os vencedores das categorias Espetáculo Adulto e Infantojuvenil vão receber R$ 30 mil, cada, e os demais vencedores vão ganhar R$ 5 mil, cada, além do troféu.

CONFIRA OS INDICADOS AO 28º PRÊMIO BRASKEM DE TEATRO:

Categoria ESPETÁCULO ADULTO

A Filha da Monga

Ensaio para uma redenção

Gota D’Água

NAUPara-iso

Categoria ESPETÁCULO INFANTOJUVENIL

Barcarola

Encantada

Histórias do Mundão

Metamorfose

Um Corpo de PalavrasZumbindo

Categoria PERFORMANCE

Alcantil

Arquivo Vivo

Corpo Presente

De como me tornei invisível para caber no meu espírito

Omorfiá

Categoria ESPECIAL

Eliete Teles e Rubenval Meneses – pela construção dos bonecos de Metamorfose

Felipe Mimoso – pela Direção Musical de NAU e Bonipaxé

Gabriel da Conceição Teixeira – pela Direção de Fotografia de Gota D’Água

Maurício Martins – pela Direção de Arte de DédalusRino Carvalho, Lucimaureen Agra e Saulus Castro – pela Cenografia de Jonas: dentro do grande peixe

Categoria TEXTO

Caio Rodrigo, Daniel Farias e Ian Fraser – pelo texto de Ensaio para uma redenção

Denisson Palumbo – pelo texto de Jonas: dentro do grande peixe

Gildon Oliveira – pelo texto de Pequenas Histórias de Impossíveis Amores

Luiz Antônio Sena Júnior - pelo texto de Para-iso

Luiz Marfuz – pelo texto de A Filha da Monga

Categoria ATRIZ

Chica Carelli – pela atuação em Fragmentos de um Teatro Decomposto

Evana Jeyssan – pela atuação em Gota D’Água

Isadora Werneck – pela atuação em Pensamentos de Paz durante um Ataque AéreoThaiz Patez – pela atuação em Bella Cenci

Zeca de Abreu – pela atuação em A Filha da Monga

Categoria ATOR

Agamenon de Abreu – pela atuação em Xô Xuá - Um samba para Riachão

Diogo Lopes Filho – pela atuação em Sua Excelência Oscar da Penha, o Batatinha

Lúcio Tranchesi – pelas atuações em Terrário e Ensaio para uma redenção

Saulus Castro – pela atuação em Jonas: dentro do grande peixeVagner Jesus – pela atuação em Manual Como Conter uma Raça Poderosa

Categoria REVELAÇÃO

Daniel Marques – pela atuação e Direção de O Zoológico de Vidro

Hyago Matos – pelas Direções de Antígona e As CentenáriasIsac Tufi – pela Direção de Bonipaxé

Ninha Almeida – pela atuação em O SaltoOliveira Pedreira – pela Direção de Jeniffer

Categoria DIREÇÃO

Elisa Mendes – pela Direção de Bella CenciLuiz Antônio Sena Júnior - pela Direção de Para-iso

Rino Carvalho – pelas Direções de “Jonas: dentro do grande peixe” e Histórias do Mundão

Thiago Romero e Daniel Arcades – pela Direção de NAUVinícius Lírio - pela Direção de Gota D’Água

PORTAL CBN | ASCOM